capa faceQuem não se identifica com sentimento de angústia tão atual pela falta de tempo para cultivar um hobby, por não poder ficar mais tempo com a família? Como explicar um movimento que propõe a reflexão sobre o uso do tempo num contexto da velocidade? Levamos a velocidade para o trabalho, o lazer, a alimentação, a convivência. Como pensar em calma, tranqüila e fruição dos momentos quando vivemos em um mundo que nos impõe a cultura da pressa?  É pensar em sair de bicicleta na contramão de uma rua de muito trânsito com carros a toda velocidade. A uma primeira impressão pode parecer loucura. Mas e se de repente você não vê apenas uma bicicleta, mas observa várias vindo em sua direção?

O movimento Slow é uma corrente de estilo de vida que tem crescido no mundo contemporâneo assentada em uma filosofia que desafia a cultura da pressa, do excesso e da quantidade em favor da qualidade e do ritmo de vida que prioriza o bem estar e o equilíbrio. É reflexo de uma cultura em mutação.

Surgido nos idos de 1980, na Itália, quando a partir da inauguração de mais uma loja de fast food, o jornalista Carlo Petrini resolve ir na “contramão dos carros em velocidade”, fazendo uso de nossa metáfora, sugere a criação de um movimento que prega a valorização cultural dos alimentos e o prazer de comer bem, o Slow Food. A partir de então, esse movimento se espalhou pela Europa e pelo restante do mundo, inclusive, se estendendo a outras áreas como ao turismo, a moda, ao design, a relacionamentos e a sociedade em geral.

Ao contrário do que muitos pensam, o movimento Slow, não quer dizer abandonar o que já foi conquistado até o momento presente, pois existe um reconhecimento das importantes virtudes do mundo ocidental. Transcende facilmente o discurso fácil da lentidão. Ele surge como a expressão de um modelo alternativo perante as dificuldades do mundo atual e se solidifica em uma cultura de desenvolvimento sustentável e solidário.

 

Desvelocitá é o um ponto de encontro para a reflexão, co-criação e partilha de conteúdos que nos inspirem a levar uma vida mais equilibrada diante de tantos desafios. Divulgando iniciativas, histórias, lugares, produtos e pessoas, queremos fortalecer essa corrente dando a ela visibilidade, coerência e impacto.

Develocità propaga a cultura do viver em harmonia com o tempo, num ritmo equilibrado ao bem estar pessoal, social, comunitário e do meio ambiente.

Desvelocità é uma relação mais consciente, equilibrada e feliz, com a vida, o tempo e a velocidade.

É ver sentido em desacelerar para se reconectar a si mesmo, às pessoas e ao lugar em que se vive.

Entre e fique a vontade! A casa é sua!

 

Jane Leroy e Claudia Ligório