A alegria de um Brasil feito à mão!

posted in: Acontece | 0

Já se tornou tradição. Todos os anos lá pelo mês de novembro, minha mãe, que curte muito um bordado e um trabalho manual, me convida para ir a Feira Nacional de Artesanato. Programamos o dia com antecedência para poder ficar horas e horas disponíveis só com os olhos voltados aos inúmeros stands da feira e seus muitos produtos encantadores. Com o tema “Do Bronze ao ouro, do suor a superação, a alegria de um Brasil feito a mão”, a 26ª Feira Nacional de Artesanato (isso mesmo, já são 26 anos de feira) é a maior do segmento na América Latina! Por isso, haja fôlego para ver tanta coisa. Mas é um grande prazer descobrir cada história de superação e de entrega dos expositores. Foi lá, por exemplo, que conheci Dona Norma, 55 anos de bordados de renda de Bilro lá em Florianópolis e que faz parte do projeto Ilha Rendada. Começou cedo, aos 7 anos e estava lá ágil como nunca, mostrando seu valor.

 

 

Foi lá também que, depois de um dia de trabalho cansativo, pude me deliciar com o aconchego de um produto maravilhoso: a almofada aromática da Amora. Testei ela quentinha nas costas (levada ao micro ondas) e com um cheirinho de lavanda. Simplesmente delicioso. Ela também pode ser usada gelada se mantida no congelador (em uma embalagem plástica) por algumas horas.

 

20151203_143051

Também tive o prazer de conversar com a Maria Joelma (lá da Copartt)  que me explicou como fazem as bolsas de palha lá Bahia.  Lindas ela e as bolsas.

 

 

E os envelopes de tecido da Aline da Entrelacé que são um convite a escrever um cartão ou uma cartinha à mão como antigamente.Além de cadernos de anotação e de receita pra guardar o que você tem de melhor. Encanto puro.

20151203_151351 (1) a

A feira tem de tudo um pouco o que é produzido por pequenos artesãos no Brasil e até em alguns lugares do mundo. Tem pequenos stands com gente com pequenos negócios de todo canto, mas tem também os stands maiores e patrocinados pelos órgãos do governo que incentivam a preservação da cultural local e nacional (como o Sebrae e o Centro Cape). Assim como é tradição minha e de minha mãe passear horas por lá, também é um local de encontrar artesanatos tradicionais de várias partes do país. As bolsas de palha trançadas da Bahia e de todo o nordeste, rendas finas dos mais diversos tipos e locais do país, bordados antigos e tradicionais que não vemos mais em qualquer loja pra vender, esculturas de materiais simples, mas que com criatividade se tornam verdadeiras obras de arte, mimos, detalhes únicos feitos a mão. É uma grande viagem, misturando cores, sabores e sotaques, sem sair da cidade. Um verdadeiro alento para olhos atentos em tempos de produtos massificados e altamente industrializados. Além de fazer nosso tempo ganhar em qualidade a feira também é uma ótima oportunidade para os artesãos venderem seus produtos e fazerem contatos. A organização ainda conta com consultorias voltadas ao empreendedorismo visando auxiliar no seu crescimento profissional. É a valorização do pequeno produtor sendo promovida em grande escala.

A feira ainda vai até domingo. Portanto não perca a oportunidade de conhecer um pouco do melhor do artesanato brasileiro. De quebra ainda dá pra se encantar com muitos presentes maravilhosos se você estiver precisando de inspiração para o Natal.

Serviço:

O que – 26ª. Feira Nacional de Artesanato

Quando01 a 06 de dezembro de 2015 (quarta a domingo)

Quanto – R$10 a entrada

Onde –  Expominas – Avenida Amazonas, 6030 – Bairro Gameleira – Belo Horizonte | Minas Gerais Cep.: 30.510-000

Para saber mais: www.feiranacionaldeartesanato.com.br

Quando

Dia 04/12 (sexta-feira): de 14:00 hs às 22:00 hs

Dia 05/12 (sábado): de 10:00 hs às 22:00 hs

Dia 06/12 (domingo): de 10:00 hs às 21:00 hs

Classificação livre

 

 

Comentários

Comentarário(s)